Appfut

Origens


Essa sala narra como foi a chegada do futebol ao Brasil, do final do século XIX até a sua profissionalização na década de 1930. Você sabia que o Palmeiras teve origem nessa época com um clube de italianos chamado Societá Sportiva Palestra Italia?

A fundação do Palestra está diretamente relacionada à presença dos imigrantes italianos na cidade de São Paulo, que já na década de 1900 representava 50% da população do Estado de São Paulo. Porém, ao contrário do que ocorria com imigrantes de outras nacionalidades (alemães e ingleses, por exemplo) não havia um clube capaz de aglutinar a simpatia futebolística dos italianos.

Essa situação começou a mudar com alguns acontecimentos de agosto de 1914. Neste mês, dois clubes de futebol italianos realizaram turnês de jogos na capital paulista: o Torino Football Club e o U.S. Pro-Vercelli Calcio. A vinda desses times provocou euforia na comunidade italiana que, após a turnê, começaram a fundar diversos clubes (Touring F.C., Societá Calcistica Florentia Amicci dello Sport, Ítalo F.B.C., entre outros).

Um desses clubes, no entanto, teve impacto consideravelmente maior do que o restante: era a Societá Sportiva Palestra Italia, criado com a intenção de reunir os esportistas italianos em torno de um clube voltado à colônia italiana, conforme se observa em uma carta publicada no jornal Fanfulla, no qual se conclama a criação de um clube com esse propósito.

Apenas treze dias após a publicação dessa carta, em 26/08/1914, pouco mais de 40 italianos e descendentes radicados no Brasil se reuniram no Salão Alhambra, situado à rua Marechal Deodoro, n°2 para fundarem oficialmente a Societá Sportiva Palestra Italia. Era o início oficial da história palmeirense.