Visita à arquibancada: O Estádio

Visita à arquibancada: O Estádio


Você está nas arquibancadas do setor verde do Estádio, com vista para o campo de futebol. Dizem que assistir a um jogo aqui é melhor que em qualquer outro estádio em São Paulo.

Aliás, a construção desse Estádio está ligada a uma grande demanda: desde o início dos anos 1920, os estádios existentes em São Paulo não comportavam todos aqueles que desejavam assistir a uma partida. Era preciso um novo local para abrigar, com conforto e ordem, pelo menos 30 mil pessoas.

Em 1935, durante o mandato do Prefeito Fabio Prado, iniciam-se as obras de construção do Estádio Paulo Machado de Carvalho – que até 1961 era conhecido apenas como “Estádio Municipal de São Paulo” –, acompanhado de um complexo esportivo e de uma grande praça à entrada do edifício, configurando-se em uma estrutura voltada a esportes e comemorações cívicas. O Escritório Técnico de Ramos de Azevedo, comandado por Severo & Villares, encarregado pela construção das obras públicas de grande porte à época, foi o responsável pelo projeto.

Em 1938, durante o Estado Novo, quando o Prefeito Francisco Prestes Maia assume, o projeto arquitetônico sobre algumas mudanças. A arquitetura modifica-se para alinhar-se aos princípios do estilo art decô com um geometrismo de linhas simplificadas, cujo sistema construtivo é predominantemente de concreto e alvenaria, sendo a fachada monumental do Estádio muito comparada à do Estádio de Berlim.