Appfut

Sala das Origens


Essa sala narra como foi a chegada do futebol ao Brasil, no final do século XIX, até a sua profissionalização na década de 1930. Você conhece a história de fundação do Santos F.C.?

No início do século XX, São Paulo era um estado importante pela exportação de café. O escoamento da produção ocorrida pelo porto de Santos. A cidade litorânea ganhava ares modernos que chamava atenção aos viajantes que por ela passavam: cinemas, cafés, casarões reformados, largas avenidas, bulevares. Mas parecia que ainda faltava algo: um time de futebol competitivo! Aquele esporte de ingleses que, cada vez mais, ganhava adeptos e praticantes nas cidades brasileiras tocadas pelas ferrovias, ia deixando seus rastros por onde passasse. Não foi diferente na baixada santista.

Alguns clubes como o Internacional, o Sport Club Americano, e uma equipe chamada Santos já atuavam na cidade. A união dessas equipes originou o time que, em poucas décadas tornou-se o melhor do mundo.

Em 14 de abril de 1912, um grupo de estudantes e funcionários do comércio, atendendo a um chamado de Raymundo Marques, Mário Ferraz de Campos e Argemiro de Souza Jr, compareceram “às 20 horas, ao salão do Clube Concórdia, à rua do rosário, nº10” para fundar o Santos Football Club

.E o Estádio da Vila Belmiro?

O nome oficial do Estádio, Urbano Caldeira, é uma homenagem a este catarinense que chegou a Santos no final de 1912 para trabalhar na alfândega. Fã de futebol, logo se associou ao Santos, onde também foi jogador, técnico e dirigente. Ficou famoso, quando dirigente, por ficar sempre “de olho” nas obras do Estádio durante sua construção. Por toda sua dedicação em vida ao clube, em sua homenagem, estádio da Vila Belmiro ganhou oficialmente seu nome apenas 11 dias após a sua morte.